domingo, 9 de maio de 2010

Foi a rosa que trouxe


Foi a rosa que trouxe o mistério de um rosto.

Foi a rosa que trouxe o mistério de um nome.

Ela trouxe, também, o segredo de um motivo e de uma intenção....

Trouxe a curiosidade e certo gelo no coração...

Trouxe a graça da agrado e o corar da vaidade.

Agora espero um recado, um sinal...

Que pena que a rosa não fala.


Se ela falasse, será que seu nome ela me diria?

P.s.: Garoto da rosa você mexeu comigo.

Ana Alcar

3 comentários:

  1. Huuumm, tbm quer saber quem eh o garoto da rosa?
    kkkkk
    :*

    ResponderExcluir
  2. Jura que você suspirou? Que bom!
    Ultimamente o blog vem provocando lágrimas e reações muito distantes do que eu espero! =]

    Gostei do poema, mesmo detestando flores!

    beeijos e obrigada pelos elogios!

    ResponderExcluir